“O universal é o local sem paredes.” (Miguel Torga) "Escrever é um ato de liberdade." (Antônio Callado) "Embora nem todo filho da puta seja censor,todo censor é filho da puta." (Julio Saraiva)

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

ISTO E MAIS AQUILO

Quem gosta de poesia "visceral",
ou seja, porca, preguiçosa, lerda,
que vá ao fundo e seja literal,
pedindo ao poeta, em vez  de poemas, merda.

- Antonio Cícero -

podia até dizer filho da puta
quando leio um poema visceral
à vulva delicada chamar gruta
na mira de a sondar e coisa e tal

podia pôr a boca no trombone
e juntar mil palavras insolentes
e soltar um terrível ciclone
com ganas de partir quebrar os dentes

podia clamar isto e mais aquilo
e com o fel na língua derretido
perder-me na facúndia desse estilo
e ferir muita gente sem sentido

podia mas não vale mesmo a pena
defecar por aí um tal poema

_______________________
Domingos da Mota,
Vila Nova de Gaia, Portugal
_______________________

Um comentário:

  1. uma composição imensamente bem orquestrada, Domingos.

    mário

    ResponderExcluir

Compartilhe o Currupião